13.11.06



A vida


Se a vida um dia me permitirlhe decifrar
Deixarei algo escrito sobre ela.
Pintarei sobre a sua pessoa.

Quem sabe até cante algo sobre ele
Ou então recitarei palavras para lhe dizer...
...Se ela me permitir que diga.

Um comentário:

Raniere disse...

Este é o 'lugar' pra se pensar... Momento!(É um bom termo, é tempo), em vida, na vida, com vida. Mas discriminante, com interpretações perdidas. Críticas poentes a parte, não temos (possibilidade) visto a vida. Pode-se "ver" o que está dentro de dentro ou mesmo de fora? 'O de maneira que' "vemos" o de fora de fora e o de dentro de dentro? Sendo mais próximo: é possível a vida(ser vivo) refletir sobre a vida, e ainda, pra quê? Pois então a não-vida nos indicará a vida. Pronto! Esta é a afirmação restante a qual nosso poder se resume... Pensemos, pensemos... Por enquanto, apenas o asserto siso: não pense na vida, pense na lida!