26.2.07

Ontem à noite...


Visitei a casa da Morte,
Levei um papo com a Loucura,
Joguei baralho com a Sorte,
Fumei um cigarro com a Ternura.

Bebi com Embriaguez,
Discuti com a Amargura,
Duvidei da Sabedoria,
Soltei as correntes da Censura.

Filosofei com o Equilíbrio,
Ri do Medo,
Fiz amor com a Curiosidade
Até bem cedo.

Tomei um café com a Gentileza,
Duvidei da Felicidade,
Assisti TV com a Tristeza
Passeei com a Maldade.

Fui cúmplice do Caos,
Parceiro da Desordem,
Amigo da Revolta
Me desentendi com a Ordem.

Chorei com a Dor,
Me despedi da Sorte,
Sorri com o Humor,
Fugi sem um Norte.

Amanheceu bem cedo,
Acordei com amargura,
Tive raiva da mentira,
Por ter sonhado tamanha aventura.

Um comentário:

Silvia disse...

Oi, Fabiano...
Gostei da nova cara do blog... Fazia tempo que não passava por aqui... vim retribuir a visita no meu e fiquei um tempo lendo teus textos, que aliás estão cada vez melhores... :)
Quando nos encontrarmos, em abril, acho que teremos muito mesmo que conversar!!! hehehehe
Um xero.

PS. Minha fantasia era o que vcs lembraram sim, exceto as flores na cabeça... hehehe