5.5.15

no silêncio

no silêncio 
das paixões
gritam 
desesperados
mentes
bocas e
corações

Nenhum comentário: