13.3.09

Fora do ar

O sistema está fora do ar! Ultimamente tenho ouvido esta frase com certa freqüência e isso tem me deixado preocupado em relação ao nosso futuro. Me refiro ao meu futuro, ao seu (caro leitor), ao futuro da humanidade...

Você já percebeu que na hora em que você mais precisa o tal “sistema” está sempre fora do ar? Já pensou um dia você está numa situação de emergência e ter que ligar para a polícia ou para os bombeiros e ouvir aquela voz dizendo “tente mais tarde, o sistema está fora do ar”? É dessas coisas que estou falando, esse tal “sistema” vem tomando conta de nossas vidas de uma forma que chega a assustar. Daqui a algum tempo estaremos completamente dependentes dele, quiçá vivendo dentro dele, assim como no filme Matrix. Você duvida? Façam suas apostas!

3 comentários:

Geanne Lima disse...

É aquela velha história de que as máquinas não só estão substituindo o homem como estão controlando a vida destes. As veses eu me pego pensando na quantidade de números que a nossa vida virou, por exemplo: RG, CPF, e agora além disso, é senha de tudo quanto é jeito. Mas fazer o que é a cultura do digital...

George Ardilles disse...

Bom, eu poderia dizer alguma coisa se eu não já estivesse dentro do sistema. Espero que não. Fico só pensando por enquanto.

Anais disse...

Eu não duvido não, sabe... Já sinto que passei por momentos onde a comunicação era "imprescindível" e a mocinha de voz eletrônica me deu a notícia, a comunicação não poderia se efetivar, quer seja por quem estava do lado de lá estar "fora do ar", ou "desligado", ou ainda "impossibilitado de receber chamadas a cobrar".
Viver alguns dias sem celular acaba trazendo sensações bem interessantes, quem diria? Já experimentou? Acho que tais "sensações inovadoras" são exemplos da experiência da dependência. Mas, sério, já experimentou viver uns dias sem celular? Desliga-lo, ou depois de ser assaltado, ou ainda viajando para algum lugar sem sinal? É bom, né, dá uma sensação de liberdade!
Putz... É mesmo assustador o quanto se tornou parte da vida.
P.S.: depois procuro alguma coisa que tenha escrito só pra tirar meu blog do status "fora do ar".