13.10.09

Remoto

A sua imagem ficou na minha cabeça
como o cheiro de seus cabelos
ficou no meu nariz.
Até hoje te assisto e já não sei mais
aonde está o controle que te desliga,
deve está em algum lugar remoto.

2 comentários:

Marina Magalhães disse...

Uauuuuuuuu! Deu pra "assistir" ao cheiro pela tela. Muito bom!

a sombra do papel disse...

bela poesia