10.2.11

O espião

Eu sou o espião na casa do amor
Conheço todos os lugares, todos os espaços
Conheço todos os seus sonhos mais profundos
Sei de tudo, tudo que você faz
Tudo que você diz
Tudo que você pensa
Conheço você no seu eu mais íntimo
Eu sou o espião, o espião na casa do amor
Eu sei que você me sabe
Você já me percebeu
E pode me sentir por toda noite adentro
Sigo escapando dos seus sentidos por entre sombras
Sombras que envolvem seus pensamentos


Ps.: Livre adaptação da música The Spy da banda The Doors

2 comentários:

Joao disse...

Tu és o amor que ousaste dizer teu nome? Quanto a mim, às vezes, fico tão silencioso/ado que passo por entre as gentes sem sequer ser percebido: poderia também me chamar amor?

Jailson Batista disse...

muito interessante seu blog, vou segui-lo: gostaria que me segue nos meus blog ok? http://jaylsonbatysta.blogspot.com/ e http://www.simplesmentejaja.blogspot.com/ abraço!