27.6.08

Segredos

Quando descobri seus segredos, tudo ficou sem graça. Sem cor, sem forma, sem quê nem porquê. Ficou sem norte. Então me perdi errante no mundo a procura de novos mistérios que alimentassem essa fome estranha que nunca sacia; esse mar que por mais que se eleve parece não ter fim; esse copo d'água que nunca enche, embora a torneira goteje incansavelmente.

" É sempre bom lembrar que um copo vazio está cheio de ar". (Gilberto Gil)

4 comentários:

Isabella Araújo (Zabella) disse...

"esse copo d'água que nunca enche"... muito boa visão para essa busca incessante dos mistérios dessa vida.
mas que segredo é esse que deixou tudo sem graça? ;)

Fabiano disse...

Bom... segredos não se contam e mesmo que eu te dissesse, coisa que não vou fazer, o segredo deixaria de ser sergredo. :p

fabiano disse...

Acho que eu fui muito abusado na minha resposta, assim vou perder a visitante do meu blog. Então, pra me redimir, vou contar qual o segredo: o segredo é... bom, é... Eita! como é que é... Acho que esqueci. :(

Isabella Araújo (Zabella) disse...

Que nada... deixa quieto! :P